Sobre os melhores anos...

Dia desses fui na minha loja preferida de roupas...rs Não está fácil ser gordinha, ainda mais quando seu guarda-roupa está cheio e nada lhe cabe... Mas até que saí feliz, encontrei algumas peças e decidi não sofrer com meu peso(somente até 31-12)(Assunto pra um post especial, prometo).


Mas conversando com a vendedora, que depois de muitos anos já é brother, ela perguntou sobre os meus filhos... Eu suspirei, e tenho certeza que meu olho brilhou, e eu contei a ela sobre eles. Do quanto a Júlia está sapeca e gostosa, do quanto o Mateus está esperto e independente.


E aí, falei uma frase que penso todos os dias: Estou vivendo os melhores anos da minha vida!


E olha, acredito nisso piamente.


Os dias são corridos, o tempo é escasso, mas que delícia é olhar pra vocês e ver que a vida, a minha vida, se renova através de vocês. Quando olho pra Juju eu fico tão encantada com a sua felicidade. Ela ri 24h, se a gente está cansado, ela dá um sorriso de acalento. Se estou nervosa, ela dá um sorriso pra me quebrar, se estou triste, ela me dá um sorriso pra dizer "estou aqui"! Meu Deus, quando o Senhor sonhou com ela para nos dar, tenho certeza que queria trazer leveza e pureza à nossa vida... Não há outra palavra pra definir a Júlia que não seja SORRISOS e ALEGRIA!


E aí, antes de me dar a alegria, o Senhor me deu a calmaria... Como você é paz, meu filho. Tá certo que quando você fala: mamãe, mamãe, mamãe, mamãe VEM AQUI! Eu quero sumir, mas quando você fala pra mim "que cada pessoa pode gostar de uma coisa, que um não precisa ter o gosto igual ao outro"(palavras dele), eu me derreto de felicidade e pensamento de "missão sendo cumprida". Há muito a fazermos ainda, mas a felicidade de ver você crescer como um menino de bem, me faz ainda mais feliz. Aí que eu fico pensando muito que eu vou me lembrar dos nossos papos, de todas as vezes que peço pra você colocar o cinto(e você enrola), das vezes que você acalmou a sua irmã na cadeirinha dizendo: calma Juju, já está chegando... Não chora! Do seu olhar fixo em mim na formatura, me dizendo que eu sou o seu norte e a sua coragem, da sua inocência em achar que os ricos podem tudo(ledo engano) e do nosso amor, meio torto e bravo as vezes, mas tão perfeito pra nós.


Então eu reflito muito nessa máxima de serem os melhores anos, porque estão sendo. Vou lembrar até do cheiro deles, da forma de falar... E esse tempo não voltará! Óbvio que as outras fases serão também maravilhosas, mas essa da primeira infância, estão sendo incrivelmente especiais, eu sei! E mais maravilhoso ainda é ter a certeza que vivemos todos esses anos assim, intensamente, juntos, com erros e acertos, mas com MUITOOO amor!


Esses dias eu estava chateada com algumas coisas da vida e eu olhava para os dois e só conseguia pensar o quanto Deus foi bom comigo. Pq eu iria me deixar abater se tenho duas pessoinhas lindas que me amam sem julgar? E assim eu renovei as forças, levantei, sacodi a poeira e dei a volta por cima.


Por vocês meus amores, pelos nossos melhores anos, por querer viver intensamente.


Filhos tem esse poder! Poder de descomplicar o complicado. Eu corria mais, mas hoje, eu quero aprender a correr o ritmo de vocês. Não é fácil. Muitas vezes é preciso correr o ritmo da vida, porque senão a gente fica pra tras, ou então o mercado de trabalho(grande vilão do nosso tempo) te engole. Mas ainda assim, eu tô tentando não correr tanto... Ou correr num ritmo que dá pra correr também com vocês.


Mas sabe o melhor de tudo? É saber que a gente se transforma todos os dias pelos nossos filhos. Não é balela. A Érika de hoje CERTEZA que é melhor do que a de 2 anos atras. E assim por diante. Que louco isso, né? Provavelmente se me conheceu antes de ter filhos, não sabe mesmo quem eu sou hoje. Aquele meu momento de rabugice, de chatice ou de tristeza, eu quero relevar e melhorar, pra viver melhor esses melhores anos com eles. Eu QUERO! Em muitos momentos a gente quer reclamar, mesmo com tantos motivos pra agradecer. Mas aí eu tenho me focado a pensar nos melhores anos. Penso no quanto a gente perde com algumas coisas(falando, pensando, gastando energia), enquanto deveríamos estar ganhando em tempo, olho no olho, sorrisos e brincadeiras.


É, são os melhores anos, a gente precisa só ganhar. Ganhar memórias do coração e sentimentos, já que não temos certeza do que de fato eles irão se lembrar.


É Isso, são os melhores anos. Entendeu a importância deles?


Por isso continuarei indo naquela festa trash(sozinha com 2), mas vou, chego lá bufando, peço ajuda com as bolsas, mas eu vou! Porque o sorriso e a felicidade do mais velho valem todo o malabarismo. Até mesmo aquela viagem pro Betão, onde as papinhas pra mais nova estão impossíveis, você não vai em nenhum brinquedo e o bebê não dorme a noite toda quando vc está um bagaço? Pois é, #eufui #eutava #porvocêMateus #pelosmelhoresanos


Por vocês eu sempre irei além do que o meu limite me diz fim.


Por vocês, pelor melhores anos.


Enquanto eu tiver pique, eu irei, eu farei. Porque os melhores anos não voltarão!


Obrigada Deus, por me permitir viver, tão de pertinho, essa primeira infância.


<3


E você, também acha que está vivendo os melhores anos?


Beijos,

Érika






Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

© 2016 criado por Érika DalCol 

Gestantes - <3
00:00 / 00:00